A ARTVISION e a SAP realizaram no passado dia 13 de abril, um webinar conjunto sobre a Transformação Digital nos processos de negócio e de como as Pequenas e Médias Empresas podem beneficiar dessa transformação, através da adoção de um ERP Inteligente.

Na apresentação foi abordada a temática relacionada com a democratização da inovação tecnológica, que permite a qualquer PME, ter acesso a ferramentas que estavam anteriormente disponíveis, apenas a empresas de grande dimensão.

A IoT, Machine Learning, Big Data e Mobilidade são presentemente soluções que se encontram disponíveis a qualquer empresa e que poderão ser aliados, na promoção da sua competitividade, através do acesso a informação em tempo real e ainda na antecipação da tomada de decisões.

O webinar contou com a presença de Álvaro Alcobia (Support Team Leader ARTVISION) e de Juan Pérez Dueñas (Product Manager SAP Business One).

16 fevereiro 

A ARTVISION informa que no próximo dia 16 de fevereiro (Feriado de Carnaval), estaremos encerrados, retomando os serviços no dia seguinte.
Solicitamos a melhor atenção para que possa antecipar alguma interação com a nossa área técnica.
Desde já agradecemos a sua compreensão.

Atentamente,
Equipa ARTVISION

datacenter sap

A SAP anunciou os resultados financeiros obtidos no quarto trimestre e para o ano completo de 2020. As perspetivas para 2021 refletem uma mudança expedita para a cloud.

Para Christian Klein, CEO da SAP, “as empresas líderes mundiais recorrem à SAP para se tornarem empresas inteligentes. Estamos a reinventar a forma como os negócios funcionam, pela aceleração da transformação dos nossos clientes na cloud. O forte fecho no final do ano junto com o lançamento do “RISE with SAP”, a nossa nova oferta holística de transformação do negócio, deixam-nos numa boa posição para cumprirmos as nossas novas metas”.

O desempenho do negócio da SAP melhorou sequencialmente no quarto trimestre, apesar da crise gerada pela COVID-19 persistir e da reintrodução de confinamentos em muitas regiões. A receita de cloud no quarto trimestre continuou a ser impactada pela menor receita por transação, principalmente relacionada com a Concur e as viagens de negócio. No entanto, a procura elevada e continuada por soluções de e-commerce, Business Technology Platform e Qualtrics, juntamente com várias conquistas competitivas - particularmente de SuccessFactors e Human Experience Management - produziram um final de ano forte para o negócio de cloud da SAP.

A SAP também registou uma forte aceitação inicial, entre clientes piloto, da sua nova oferta holística de transformação do negócio “RISE with SAP”, contribuindo para o desempenho da cloud no quarto trimestre. Quer a América do Norte como a Europa experienciaram um desempenho melhor do que o esperado face à entrada de encomendas na cloud, bem como ao nível da receita das licenças de software, refletindo a forte procura por soluções da cadeia de abastecimento digital da SAP em particular. Além disso, a SAP obteve significativos ganhos competitivos em ERP.
“Num ambiente excecionalmente desafiante, 2020 foi um excelente ano em termos de cash flow em qualquer um dos trimestres e no ano inteiro. O nosso desempenho, ao ser melhor do que o previsto, combinado com a nossa rápida resposta ao nível dos custos, gerou um forte lucro operacional. A expedita mudança da SAP para a cloud impulsionará um crescimento sustentado de longo prazo, ao mesmo tempo que aumenta significativamente a resiliência e a previsibilidade do nosso negócio”, afirma Luka Mucic, CFO da SAP.

Desempenho Financeiro
A SAP excedeu todos os seus objetivos revistos de receitas em 2020 e atingiu o limite superior do intervalo das perspetivas revistas para o lucro operacional definidas para este ano.
Durante todo o ano, as atuais reservas na cloud tiveram um aumento de 7%, ano após ano, atingindo 7,15 mil milhões perante os efeitos contínuos da COVID-19 no negócio de cloud da SAP.
A receita da cloud cresceu 17% para € 8,08 mil milhões (IFRS), cresceu 15% para € 8,09 mil milhões (não-IFRS) e 18% para € 8,24 mil milhões (não-IFRS em moedas constantes), superando as previsões anuais revistas (€8,0 a €8,2 mil milhões não IFRS em moedas constantes).

As receitas de transações mais baixas, especialmente da Concur, impactaram negativamente o crescimento da cloud em quatro pontos percentuais. A receita da cloud com as ofertas SaaS/PaaS da SAP, que não pertencem ao Intelligent Spend, e a sua oferta IaaS cresceram 27% e 23% (não IFRS em moedas constantes), respectivamente. As receitas de licenças de software caíram 20% para €3,64 mil milhões (IFRS e não IFRS) e 17% (não IFRS em moedas constantes).

A receita de cloud e software aumentou 1% ano para €23,23 mil milhões (IFRS e não IFRS) e 3% para €23,72 mil milhões (não IFRS em moedas constantes), excedendo a perspetiva revista do ano inteiro (€23,1 - 23,6 mil milhões). A receita total caiu 1% para €27,34 mil milhões (IFRS e não IFRS) e aumentou 1% para €27,90 mil milhões (não IFRS em moedas constantes), também excedendo a perspetiva revista para o ano inteiro (€27,2 - 27,8 mil milhões).

A margem bruta da cloud aumentou 3,1 pontos percentuais para 66,5% (IFRS) e aumentou 1,4 pontos percentuais ano para 69,6% (não IFRS).

Em 2020, o lucro operacional IFRS e a margem operacional foram positivamente impactados por despesas de reestruturação significativamente menores, bem como por despesas de compensação baseadas em ações menores comparativamente com 2019. O lucro operacional aumentou 48% ano para €6,62 mil milhões (IFRS) e cresceu 1% para €8,28 mil milhões (não IFRS), aumentando 4% para €8,50 mil milhões (não IFRS em moedas constantes), atingindo o limite superior da previsão revista para o ano inteiro (€8,1 - 8,5 mil milhões). A margem operacional aumentou oito pontos percentuais ano após ano para 24,2% (IFRS) e aumentou 0,6 pontos percentuais ano após ano para 30,3% (não IFRS) e 0,8 pontos percentuais para 30,5% (não IFRS em moedas constantes) para o ano inteiro.

O lucro por ação aumentou 56% para €4,35 (IFRS) e aumentou 6% para €5,41 (não IFRS), refletindo uma forte contribuição da Sapphire Ventures.

O fluxo de caixa operacional para o ano inteiro foi de €7,19 mil milhões aproximadamente o dobro do ano transacto e significativamente acima da previsão de aproximadamente €6,0 mil milhões. O fluxo de caixa livre aumentou 164% ano para €6,00 mil milhões, significativamente acima da perspectiva de €4,5 mil milhões.O fluxo de caixa foi impactado positivamente por menores impostos e pagamentos por reestruturação e, ainda, por uma gestão de capital bem-sucedida. No final do ano, a dívida líquida era de -€6,50 mil milhões.

Desempenho Não-Financeiro 2020
A SAP também demonstrou um forte desempenho em métricas não financeiras. O Customer Net Promoter Score (NPS) aumentou dez pontos em relação ao ano anterior em 2020, superando as previsões. Este forte resultado positivo reverte uma tendência de queda de quatro anos e é resultado do foco da empresa na implementação do feedback do cliente, harmonizando as interações com o cliente e a integração transversalmente ao portfólio de produtos.

O Índice de Employee Engagement da SAP aumentou três pontos percentuais para um recorde de 86%, na extremidade superior das previsões. A taxa de retenção da SAP foi de 95,3% (2019: 93,3%). Além disso, a proporção de mulheres em lugares de gestão aumentou para 27,5% (2019: 26,4%).

As emissões de gases com efeito estufa ficaram abaixo da perspetiva revista em outubro de 2020. Em 2020, as emissões de gases com efeito estufa da SAP foram de 135 quilotons, uma queda de 165 kt ano a ano. Além das medidas da empresa para diminuir as emissões de carbono, as restrições continuadas no que se refere às viagens, devido à pandemia COVID-19, contribuíram significativamente para esta redução.

Desempenho por Segmento no quarto Trimestre de 2020
Os quatro segmentos reportáveis da SAP "Aplicações, Tecnologia e Suporte", "Concur", "Qualtrics" e "Serviços" mostraram o seguinte desempenho:

Aplicações, Tecnologia & Suporte (AT&S)
No quarto trimestre, a receita do segmento de AT&S caiu 4% para €6,21 mil milhões (cresceu 1% em moedas constantes).

Concur
No quarto trimestre, a receita do segmento Concur caiu 20% para €341 milhões ano após ano (queda de 15% em moedas constantes) devido à menor receita de transação pré-paga, como resultado da redução significativa das viagens de negócios, associada à crise provocada pela COVID-19.

A SAP Concur fornece soluções integradas de gestão de viagens, despesas e faturas, que simplificam e automatizam estes processos diários. A aplicação móvel SAP Concur orienta os funcionários em viagens de negócios, as cobranças são inseridas facilmente nos relatórios de despesas e as aprovações das faturas são automatizadas. Ao integrar dados quase em tempo real e usar IA para analisar 100% das transações, a solução de gestão de gastos SAP Concur fornece uma melhor visibilidade para ajudar a controlar com eficiência os gastos dos funcionários.
A Canadian Pacific Railway Company, Nikkei, Inc. e Software AG estão entre as organizações que escolheram as soluções SAP Concur no quarto trimestre.

Qualtrics
No quarto trimestre, a receita do segmento Qualtrics cresceu 17%, para €183 milhões, aumento de 26% em moedas constantes.

Com a Qualtrics, a SAP combina liderança de mercado em Experience Management (XM) com poder operacional intregralmente em 25 setores para ajudar as organizações a desenhar e melhorar as quatro experiências principais de negócios: cliente, colaborador, produto e marca.

A Qualtrics XM Platform tem a confiança de mais de 13.000 clientes como um software de missão crítica, de design inovador e melhoria contínua que permite que todas as quatro experiências sejam geridas numa única plataforma conectada.
No quarto trimestre, Deutsche Bank, Burton Snowboards, Bank of Montreal, Uber Singapore, University of Auckland, Rosetta Stone, HSBC, GE Healthcare, Hongkong e Shanghai Hotels e muitos outros selecionaram a Qualtrics para irem além dos sistemas de registo para novos sistemas de ação e, assim, alcançarem resultados revolucionários.

Serviços
No quarto trimestre, a receita do segmento de Serviços caiu 16% para €758 milhões (queda de 11% em moedas constantes). O negócio de implementação de serviços continua a demonstrar resiliência e flexibilidade com a mudança da SAP para entregas remotas. Os serviços premium da SAP continuam com elevada procura. No entanto, o negócio de formação da SAP continua a ser impactado pelos atrasos na reabertura dos centros mundiais de formação.

Desempenho da Receita Regional 2020
A SAP teve um ano sólido em todas as regiões. Na região EMEA, a receita de cloud e software aumentou 1% (IFRS) e 3% (não IFRS em moedas constantes). A receita de cloud aumentou 23% (IFRS) e 25% (não IFRS em moedas constantes), com destaque para a Alemanha, Suíça e França. A Arábia Saudita e a Suécia tiveram um ano forte em receita de licenças de software.

Na região das Américas, a receita de cloud e software aumentou 1% (IFRS) e 3% (não IFRS em moedas constantes). A receita de cloud aumentou 13% (IFRS e não IFRS em moedas constantes), com destaque para o Canadá, enquanto os Estados Unidos e o México tiveram um desempenho robusto. Os Estados Unidos, Brasil e México tiveram um bom desempenho na receita de licenças de software.

Na região da APJ, a receita de clous e software foi estável (IFRS) e aumentou 2% (não IFRS em moedas constantes). A receita de cloud aumentou 18% (IFRS) e 21% (não IFRS em moedas constantes), com destaque para Japão, Coreia do Sul e Singapura. Japão, Austrália e Índia tiveram um desempenho robusto na receita de licenças de software.

Perspetivas de Negócio em 2021
A SAP disponibiliza as seguintes previsões para o ano completo de 2021, de modo a reflectir o sólido impulso de negócio da SAP e as estimativas atuais no que se refere ao prazo e à evolução da recuperação da crise provocada pela COVID-19.

Estas previsões assumem que a crise COVID-19 começará a regredir à medida que os programas de vacinação são implementados mundialmente, levando à melhoria gradual da conjuntura na segunda metade de 2021:

  • A SAP espera que a receita de Cloud não-IFRS se situe entre os €9,1 e os €9,5 mil milhões em moedas constantes (2020: €8,09 mil milhões), um aumento de 13% a 18% em moedas constantes;
  • A SAP estima uma receita de cloud e software não-IFRS entre os €23,3 e os €23,8 mil milhões em moedas constantes (2020: €23,23 mil milhões), sendo o crescimento plano ou ligeiro até 2% em moedas constantes;
  • O lucro operacional não-IFRS deverá situar-se entre os €7,8 e os €8,2 mil milhões em moedas constantes (2020: €8,28 mil milhões), uma descida de 1% a 6% em moedas constantes;
  • Espera-se que a parcela de receita mais previsível (definida como o total da receita da Cloud e da receita de suporte de software) alcance aproximadamente 75% (2020:72%).

Enquanto as perspetivas de negócio para o ano de 2021 da SAP estão em moedas constantes, espera-se que os números definidos no câmbio real sejam impactados pelas flutuações da taxa de câmbio à medida que a empresa progride ao longo do ano.

Fonte: IT Channel

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO