Trata-se de uma das maiores violações de dados de sempre. No total, são 87GB de dados que envolvem 773 milhões de emails e mais de 21 milhões de passwords.

O investigador de segurança Troy Hunt descobriu uma violação de dados intitulado "Collection #1" que continha um total de 2,6 mil milhões de endereços de email e passwords de diferentes fontes.
No entanto, depois de limpar a base de dados e livrar-se das informações em duplicado, a base de dados foi reduzida para 772.904.991 endereços de email únicos. Já em termos de passwords, foram descobertas 21.222.975.

Segundo Troy Hunt, que construiu o site "Have I Been Pwnd" para que seja fácil descobrir se o seu email fez parte de alguma violação de dados, afirma que esta é a maior violação de dados a ser carregada no site.
"Tal como acontece com os endereços de e-mail, isso foi depois de implementar um monte de regras para limpar o máximo possível, removendo senhas que ainda estavam em forma de hash, ignorando cadeias que continham caracteres de controlo e aqueles que eram obviamente fragmentos de SQL", escreveu Hunt.

De acordo com o investigador "várias pessoas entraram em contato e direcionaram-me para uma grande coleção de arquivos no popular serviço cloud, MEGA". Os dados foram posteriormente retirados, mas não antes de o ficheiro ter sido partilhado em fóruns de hackers. Ao que tudo indica, esta coleção tem um total superior a 12 mil arquivos separados e mais de 87 GB de dados.

Saiba se o seu e-mail foi afetado pelo Collection #1 no site https://haveibeenpwned.com/

io imagem

A ARTVISION reforça o seu portfólio, com a inclusão da nova solução de monitorização de satisfação em tempo real (www.instant-opinion.net).
Trata-se de uma solução desenvolvida pela ARTVISION, que permite às organizações, obter informação sobre a satisfação do seu público (clientes e/ou colaboradores, fornecedores e restantes stakeholders), sobre produtos e/ou serviços.

A solução caracteriza-se por permitir a monitorização da satisfação em vários suportes digitais (website, blog, e-mail, digital signage) ou ainda em suportes físicos (documentos, flyers, brochuras, embalagens, entre outros), tudo de forma simples e intuitiva, através de um backoffice disponibilizado para o efeito.
A obtenção da avaliação e/ou comentários poderá ser efetuada através de um simples clique, scan de QR Code ou através de um terminal de recolha tipo quiosque.

A plataforma Instant-Opinion.net caracteriza-se ainda pela disponibilização de várias versões, entre as quais uma versão gratuita (com recurso a publicidade).

A falta de tempo ainda é a “desculpa” que recebe para a baixa participação nos seus surveys? Os resultados do último survey ainda refletem a realidade atual da sua organização?
“Foram, entre outras, questões que nos levaram a desenvolver a solução Instant Opinion”, refere Rui Oliveira, CEO da ARTVISION.
“Pretendemos dar acesso a tecnologia que permita a todas as organizações, independentemente da sua dimensão, medir a satisfação dos seus clientes, em qualquer altura, em formato digital ou tradicional,  recorrendo a simples questões que podem acompanhar a jornada do cliente em função dos processos que a entidade pretenda medir e assim poder tomar decisões mais acertadas com a informação recolhida.
Com o Instant Opinion as organizações ganham mais inputs sobre o que pensam os seus colaboradores, qual o sentimento dos seus clientes face à comunicação enviada, ao seu site, aos seus flyers, propostas ou reuniões?”

Para mais informações consulte o site www.instant-opinion.net

windows 7 end

14 de janeiro de 2020. É nesta data que termina o suporte ao Windows 7, o que significa o fim de patches ou fixes de segurança a partir da primeira "Patch Tuesday" de 2020.

O Windows 7 foi introduzido no mercado em julho de 2009 e o seu ciclo de vida está a chegar ao fim. Para o consumidor final, não há nenhuma maneira de continuar a receber atualizações do sistema operativo para além do dia 14 de janeiro de 2020, mas os clientes empresariais continuam a ter duas maneiras de receber patches de segurança e outras atualizações importantes.

Microsoft vai vender ESUs – Extended Security Updates – do Windows 7 por dispositivo com o preço dos mesmos a aumentar anualmente. Estes ESUs vão estar disponíveis para os utilizadores das versões Professional e Enterprise do sistema operativo. As empresas que optarem por esta opção têm asseguradas atualizações até janeiro de 2023.

A outra opção de continuar a receber atualizações de segurança é através do Microsoft Windows Virtual Desktop Service, desenhado para permitir aos utilizadores virtualizarem o Windows 7 e 10, o Office 365 ProPlus e outras aplicações em máquinas virtuais Azure.

Os clientes do Windows 8.1 vão continuar a receber atualizações de segurança por parte da Microsoft de forma gratuita até 10 de janeiro de 2023.

Conheça a nossa oferta de equipamentos em promoção na loja online shop.ARTVISION.pt

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO