A utilização de “telefones inteligentes” em Portugal tem registado uma tendência ascendente ao longo dos últimos anos. Em 2020 a subida face a período homólogo foi mais acentuada.

A Marktest quantifica em sete milhões e 698 mil o número de pessoas que apontam o smartphone como o telemóvel que utilizam com maior frequência, valor que representa 89,9% dos residentes no continente com 15 e mais anos.
 
A posse deste tipo de telemóvel tem notado uma tendência ascendente ao longo dos últimos anos, mais do que triplicando os 27,0% registados há oito anos, em 2012. Os 89,9% observados em 2020 representam um aumento de 14% face ao ano anterior.
 
Com uma taxa de penetração tão elevada junto da população portuguesa, apenas as idades mais avançadas - mais precisamente acima dos 54 anos - registam um valor abaixo da média, revela a Marktest.
 
Os dados e análises apresentadas fazem parte do estudo TGI, propriedade intelectual da Kantar Media, e do qual a Marktest detém a licença de exploração em Portugal. Este estudo recolhe informação para 17 grandes sectores de mercado, 280 categorias de produtos e serviços e mais de 3.000 marcas, num mesmo momento, com o objetivo de oferecer um conhecimento aprofundado sobre os portugueses e face aos seus consumos, marcas, hobbies, Lifestyle e consumo de meios.

Fonte: ACEPI

A equipa de futsal feminino do Benfica conquistou no passado dia 18 de abril, o título de Tetracampeã em Futsal Feminino. A celebração aconteceu após o jogo com a equipa da Quinta dos Lombos e no seu pavilhão, local onde igualmente joga, a equipa de Futsal Masculina Sénior, patrocinada pela ARTVISION.

A ARTVISION esteve de igual forma presente nesta celebração e com todo o fair play, saúda a equipa do Futsal Feminino do Sport Lisboa e Benfica, por este feito.

Censos 2021

No âmbito da sua responsabilidade social, a ARTVISION informa que no dia 19 de abril, inicia-se a resposta aos Censos 2021 pela Internet.

Desde o passado dia 5 de abril teve início a distribuição das cartas pelos recenseadores nas caixas de correio em todos os alojamentos do território nacional com os códigos necessários à resposta.

A exaustividade da recolha e do tratamento dos dados dos Censos conferem a esta operação estatística, realizada de 10 em 10 anos, um papel único no conhecimento do parque habitacional e da realidade demográfica, social e económica do país, produzindo também informações imprescindíveis para a tomada de decisões de investimento pelos sectores público e privado.

Todos beneficiaremos dos dados estatísticos que o INE disponibilizará à sociedade, incentivando o estudo do presente para planear melhor o futuro.

Mais informações em https://censos2021.ine.pt/

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO