De acordo com os números 5-a) e 14 do artº 36º do CIVA, os elementos de identificação das empresas emitentes de documentos de faturação têm de ser diretamente impressos pelo programa de faturação certificado.

Assim, nas faturas processadas através de sistemas informáticos, todas as menções obrigatórias, incluindo os nomes, firmas ou denominações sociais, a sede ou domicílio e os números de identificação fiscal dos fornecedores de bens ou prestadores de serviços e do destinatário ou adquirente, devem ser inseridas pelo respetivo programa de faturação, podendo não ser aceites para efeitos de dedução do IVA os documentos cujos elementos identificadores sejam exclusivamente pré-impressos.

Desta forma, é possível a utilização de papel timbrado na emissão de faturas desde que a aplicação insira também a identificação do sujeito passivo, ainda que em duplicado com o que consta no papel timbrado.

Fonte: OTOC (Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas)
A ARTVISION atenta às suas necessidades, apresenta um novo meio para atendimento a suporte técnico.
Agora para além dos meios usuais de comunicação com a ARTVISION (e-mail e serviço de suporte online), terá à sua disposição uma nova linha direta para apoio.

Desta forma o atendimento será imediato e disponível para acompanhar as soluções adquiridas à ARTVISION.
Pela qualidade, pela confiança, por si!

Saiba mais em www.artvision.pt/ArtVisionSupport
A 18 de outubro de 2013, a Autoridade Tributária e Aduaneira publicou uma atualização ao guia de instruções para comunicação eletrónica de documentos de transporte. A comunicação eletrónica permite a sua emissão, recolha e consulta.

Pode aceder ao documento, clique aqui .

Fonte: Portal das Finanças
Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO