Banco de Portugal informa da alteração da Instrução n.º 3/ 2009 – Regulamento do Sistema de Compensação Interbancária (SICOI), permitindo que até 1 de agosto de 2014 se continuem a processar operações de pagamento através das vertentes tradicionais dos subsistemas de transferências a crédito (ou Transferências Eletrónicas Interbancárias – TEI) e de débitos diretos.

Segundo carta enviada pelo Banco de Portugal, os baixos indicadores de migração para a SEPA pela generalidade dos países abrangidos pelo disposto no Regulamento (EU) n.º 260/2012, e em particular os relativos a débitos diretos, não eram suficientemente indiciadores de que a migração fosse concluída com sucesso até 1 de fevereiro de 2014. Neste sentido, a Comissão Europeia publicou, a 9 de janeiro de 2014, uma proposta de alteração do Regulamento mediante a qual os prestadores de serviços de pagamento podem continuar a processar até 1 de agosto de 2014 qualquer pagamento em formato diferente daquele que é exigido pelo Regulamento.

Neste enquadramento, o Banco de Portugal alterou a Instrução n.º 3/2009 – Regulamento do Sistema de Compensação Interbancária (SICOI) – permitindo que até 1 de agosto de 2014 se continuem a processar operações de pagamento através das vertentes tradicionais dos subsistemas de transferências a crédito (ou Transferências Eletrónicas Interbancárias – TEI) e de débitos diretos.

De forma a incentivar a migração, o Banco de Portugal decidiu ainda que, a partir de 2 de junho de 2014, serão bloqueadas na vertente tradicional do subsistema de débitos diretos do SICOI as seguintes funcionalidades:
•    Registo de novos credores
•    (apenas possível no subsistema de débitos diretos vertente SEPA),
•    Registo de novas autorizações de débito em conta (ADC) (apenas possível no subsistema de débitos vertente SEPA).

Fonte: Banco de Portugal
O suporte e as atualizações para o Windows XP deixaram de estar disponíveis desde o passado dia 8 de abril de 2014.

Não deixe o seu PC ficar desprotegido.

Desde o dia 8 de abril de 2014, a assistência técnica para o Windows XP deixou de estar disponível, incluindo as atualizações automáticas que ajudam a proteger o seu PC.

Se continuar a utilizar o Windows XP após o final do suporte, o seu computador funcionará na mesma, mas poderá ficar mais vulnerável a riscos de segurança e vírus. Além disso, à medida que mais fabricantes de software e hardware continuam a otimizar para versões mais recentes do Windows, pode esperar encontrar mais aplicações e dispositivos que já não funcionam com o Windows XP.

Consulte ou saiba mais em www.artvision.pt/FimSuporteWindowsXP
Conheça já nova solução Importação de Ficheiros SAF-T do ARTSOFT.

Essencialmente desenvolvida para empresas prestadoras de serviços na área da contabilidade, esta funcionalidade permite efetuar a importação e respetiva integração contabilística de ficheiros completos do SAFT-T de outras aplicações, no seu ARTSOFT.
Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência. Ao continuar a navegar neste site, está a concordar com o uso destes cookies. Saber mais. OK
VOLTAR AO TOPO